Retardar o envelhecimento: nova descoberta científica

Retardar o envelhecimento: nova descoberta científica

Retardar o envelhecimento sempre foi o sonho de muita gente. E neste mês (05), os pesquisadores americanos podem ter descoberto uma jeito para isso, segundo a revista Exame. “Eles concluíram que exercícios de alta intensidade podem deixar uma pessoa nove anos mais jovem do que a idade apresentada em sua certidão de nascimento”. Além disso, a pesquisa apresentou resultados surpreendentes e abriu horizontes para novos métodos de retardar o envelhecimento. Saiba quais são eles e como aplicá-los em sua vida.

#1 – Principais curiosidades que a pesquisa descobriu 

Para realizar a pesquisa, os cientistas analisaram dados de 5.823 adutos, segundo a revista Exame. Uma das informações que ele utilizaram para a análise foi o comprimento do telômero. Para quem não conhece, os telômeros são  a extremidade dos cromossomos. Eles são fundamentais na divisão celular e vão sendo encurtados ao longo da vida até perderem a funcionalidade. Na velhice, eles ficam mais curtos e diminuem o desempenho. E, segundo esta nova descoberta, eles são a chave para retardar o envelhecimento. Saiba o porquê, de acordo com as novas descobertas científicas:

  • Os voluntários com telômeros mais curtos (com sinais de envelhecimento celular) também tinham um estilo de vida mais sedentário.
  • As pessoas que faziam exercícios de alta intensidade tinham telômeros mais compridos (sem sinal de tanto envelhecimento celular).

#2 – Saiba como treinar para retardar o envelhecimento

Outra descoberta importante também foi a qualidade do exercício praticado. Segundo a pesquisa, não basta fazer exercícios leves e regulares. É necessário fazer exercícios de alta intensidade para retardar o envelhecimento. Para os homens, é indicado praticar exercícios cinco vezes por semana por 40 minutos ao dia. E, para as mulheres, 30 minutos diários, também por cinco dias na semana. Saiba como realizar estes treinos da maneira correta.

  • Altere os exercícios de alta intensidade alternando com períodos de descanso. Ou seja, treine pesado durante o tempo que você aguentar, sem extrapolar seu limite. E, depois, descanse um pouco. Repita essa sequência até o fim dos exercícios.
  • Todos os tipos de exercícios, feitos corretamente, podem retardar o envelhecimento. Por isso, você pode escolher musculação, corrida, caminhada, jump, entre outros, de acordo com a atividade que você preferir e se sentir mais a vontade.

Para melhorar seu desempenho, você pode contar com os suplementos nutricionais. Consulte um nutricionista e não se esqueça de fazer uma cotação com as melhores farmácias de manipulação. Assim, terá os produtos manipulados ideais para te ajudar a retardar o envelhecimento, aliados a uma boa prática de exercícios.