Farmácia de manipulação Zona Leste segundo os maiores especialistas

Quando se pensa em uma Farmácia de manipulação Zona Leste de São Paulo, uma das primeiras exigências é que seja uma farmácia confiável, com farmacêuticos (as) qualificados (as) e aptos (as) para desenvolver seu produto, não é mesmo? Mas existem outras características que você deve estar atento (a) antes de escolher sua farmácia ideal. Então confira as 5 características de uma boa farmácia de manipulação segundo os maiores especialistas.

#1 – Particularidades da manipulação de medicamentos

farmácia de manipulação Zona Leste

Uma das principais características de uma farmácia de manipulação Zona Leste de São Paulo é a exclusividade. As particularidades atendidas pela manipulação vão desde a dosagem das substâncias contidas na fórmula até o formato do produto. Pacientes idosos ou crianças, por exemplo, não conseguem às vezes engolir cápsulas e comprimidos e precisam de adaptações. Com a manipulação, é possível produzir medicamentos em formatos inusitados como chocolates, balas, pirulitos, entre outros. “Para crianças essa é uma alternativa eficiente, pois o produto contém o fármaco e mascara o sabor que poderia fazê-la rejeitar o remédio”, diz a farmacêutica Tânia Valéria Pirolo Assad.

#2 – Farmácia de manipulação é diferente de drogaria

farmácia de manipulação Zona Leste

Muita gente que procura por “farmácia de manipulação Zona Leste de São Paulo” fica em dúvida se pode comprar seus produtos manipulados em uma farmácia industrializada (drogaria), ou se precisa ser em uma farmácia de manipulação. Ambas atuam em diferentes áreas e tem espaço para as duas no mercado. Devido às atuações diferenciadas, os profissionais afirmam que drogarias e farmácias de manipulação nunca serão concorrentes: “A matéria prima do medicamento manipulado e do industrializado é a mesma, mas o remédio manipulado tem a dose certa para a pessoa certa, não produz sobras e pode ser a solução quando certo produto industrializado está em falta no mercado. Há espaço para as duas farmácias”, esclarece a presidente da regional paranaense da Associação Nacional de Farmacêuticos Magistrhttp://www.anfarmag.com.br (Anfarmag), Dagmar Terezinha Kessler.

#3- Manipulados não podem ser vendidos prontos

farmácia de manipulação Zona Leste

É preciso estar atento a detalhes quando você for escolher a sua farmácia de manipulação em São Paulo Zona Leste. Isso porque, manipulados não podem ser vendidos prontos previamente. A farmácia de manipulação precisa ter laboratório no próprio estabelecimento e uma drogaria não pode aceitar receitas de manipulação – a não ser que possua uma liminar que permita essa atividade. “Algumas redes de drogarias pegam receitas e fazem a manipulação fora do estabelecimento. Isso não é permitido pela lei, mas algumas farmácias estão protegidas legalmente”, explica a farmacêutica integrante da comissão de farmácias de manipulação do CRF, Rejane Gue Hoffmann.

#4 – Perguntas a se fazer para a farmácia de manipulação

farmácia de manipulação Zona Leste

Não tenha medo de fazer algumas perguntas se estiver com dúvidas. Confira algumas perguntas indicadas pela Segundo a Associação Nacional de Farmacêuticos Magistrais.

  • Para que serve o medicamento? Como armazená-lo?
  • Posso tomar este medicamento com outros remédios? Devo alterar minha dieta?
  • Como devo tomar o medicamento? Por quanto tempo? Quando devo parar?
  • Quais precauções devo adotar quando estiver usando o medicamento?
  • Quais as reações adversas? Se meus sintomas não desaparecerem, quanto tempo devo esperar para informar ao médico?

#5 – Como encontrar sua farmácia de manipulação Zona Leste de São Paulo

farmácia de manipulação Zona Leste

A farmacêutica integrante da comissão de farmácias de manipulação do CRF deu algumas dicas para você encontrar uma boa farmácia de manipulação em São Paulo Zona Leste.

  • Não compre produtos manipulados em drogarias, consultórios médicos, clínicas estéticas, SPAs ou academias.
  • Não permita que sua receita seja enviada diretamente do consultório para uma farmácia.
  • Não use apenas o preço como critério de escolha.
  • O rótulo do medicamento deve conter o nome do paciente e do médico que prescreveu a medicação; número de registro da farmácia; datas de manipulação e de validade; descrição da fórmula; modo de utilização; quantidade solicitada do medicamento; nome, endereço, CNPJ e telefone da farmácia; e dados do farmacêutico responsável.

👉👉 No caso das farmácias de manipulação conveniadas do Manipulaê, você pode ter mais ainda segurança. Isso porque, todas elas, além de todos os pontos anteriores, ainda passam por uma rigorosa seleção interna e pela avaliação dos consumidores. Clique aqui e faça uma cotação gratuita com as melhores farmácias de manipulação. 💊

Deixe um comentário