dicas de beleza

Dicas de beleza: produtos manipulados

Dicas de beleza: produtos manipulados

Drenagem em cápsula? Laser em creme? As farmácias de manipulação são verdadeiras aliadas de quem se importa com beleza. Por isso, quem procura por dicas de beleza realmente eficazes, precisa conhecer como as farmácias de manipulação podem ajudar. Primeiro, é importante diferenciar os produtos manipulados dos produtos industrializados. Os manipulados, são feitos pelas farmácias de manipulação com indicação médica, ou seja, eles são personalizados para atender a necessidade do consumidor. Além disso, a grande maioria dos produtos manipulados são feitos com substâncias naturais. Eles são utilizados tanto para a saúde quanto para a beleza. No caso da beleza, existem produtos manipulados para diversas finalidades. Conheça um pouco mais sobre os principais.

#1 – Dicas de beleza – Produtos manipulados para fortalecer unhas e cabelos

dicas de beleza

Uma das principais dicas de beleza é manter os cabelos e unhas saudáveis e bonitos. Elas são umas das primeiras partes do corpo a sofrerem com a má alimentação ou desbalanceamento de vitaminas, segundo a nutricionista Ana Luiza Hoffman. Por isso, contar com os medicamentos manipulados é uma ótima opção. Eles são criados para combater estes problemas, como unhas quebradiças, queda de cabelo ou falta de vitalidade. As farmácias de manipulação criam produtos que servem para recuperar o brilho e a força dos cabelos e unhas, utilizando apenas ingredientes e fórmulas que não agridem o corpo enquanto cumprem seus efeitos desejados. São produtos modernos e cuidadosamente testados e selecionados para fortalecer e reconstruir seus cabelos e unhas, embelezando, diminuindo a queda e evitando o efeito quebradiço.

Conheça alguns dos produtos manipulados mais usados para fortalecer cabelos e unhas:

  • Pantogar
  • Pill food
  • Minoxidil

#2 – dicas de beleza – Vantagens do produto manipulado para sua pele

dicas de beleza

Segundo Sergio Lanzotti, a opção por um medicamento manipulado é baseada na individualidade de cada caso clínico. “O medicamento manipulado proporciona a ‘personalização’ do medicamento, adaptando sua composição, dose e forma farmacêutica às características individuais dos usuários. Dessa maneira é possível eliminar algum componente do medicamento que cause alergia ao paciente ou ainda fornecer exatamente a dose e a quantidade necessárias ao tratamento, evitando desperdício e a necessidade de fracionar comprimidos”, explica o doutor.