Desempenho no treino: 7 erros terríveis que você pode estar cometendo

Todo mundo que pratica atividade física, um dia ou outro se depara com um baixo desempenho no treino. Isso também é conhecido como o momento do desespero. Apesar da experiência adquirida ao decorrer de cada treino, é normal que os ganhos comecem a se tornar imperceptíveis com o tempo. Embora existam alguns fatores que são normais, outros dependem só de você. Por isso, confira alguns erros que você pode estar cometendo e que podem estar prejudicando o seu desempenho no treino. Corrija-os imediatamente.

#1 – Não respeitar seus limites (overtraining)

É preciso ter determinação. Este é um componente básico na vida de quem pratica atividade física. Seja crossfit, musculação ou artes marciais, qualquer atividade intensa. Porém, não respeitar os limites do corpo é um dos maiores problemas que bloqueiam o desempenho no treino. Já ouviu falar do overtraining? Ele acontece quando o atleta faz mais exercícios do que seu corpo é capaz de se recuperar. Ao tentar melhorar o desempenho no treino, eles exageram no volume da atividade física. As consequências, no entanto, vão da ordem muscular, passando por problemas nas articulações, e resultam em malefícios no sistema imunológico e no aspecto psicológico da pessoa. Sem contar que os músculos ficam machucados, impedindo de melhorar o desempenho.

#2 – Não aquecer bem antes de iniciar cada treino

O aquecimento é fundamental para ter um bom desempenho no treino. Sem ele, o treino fica limitado e pode machucar os músculos. Por isso, antes de começar seu treino crossfit, musculação ou atletismo, faça um bom aquecimento. Este aquecimento é ainda mais eficaz se contar com um alongamento correto. O alongamento deve ser feito antes e depois do treino. Assim, você pode suportar mais cargas e não ficará com aquela dor chata após o treino.

#3 – Não respeitar os dias de descanso

Os dias de descanso são tão necessários quanto os dias de treino. Se você pratica exercícios frequentes, já deve saber que o músculo precisa descansar. Mas muita gente sabe e não coloca em prática. O resultado é o desempenho no treino diminuir e até chegar ao temido overtraining. Então siga a risca o seu treino e os seus dias de descanso. “Não é a toa que se bem observarmos grandes atletas, observaremos um nível de descanso proporcional ao de treinamento. Com raras exceções do passado, dificilmente observamos atletas que superam níveis excessivos de treinamento. Os maiores corpos foram construídos com muito descanso e não necessariamente muito treino.” diz o treinador Valter Garcia.

#4 – Respiração errada

A respiração errada também pode prejudicar o desempenho no treino. Basta entrar em qualquer academia ou área de treinos que você irá ouvir muita respiração intensa. A respiração é essencial na musculação e em treinos de alta intensidade. Respirar corretamente irá ajudar a melhorar a eficiência do próprio treino. Respirar de maneira errada pode causar um aumento na pressão sanguínea e algumas vezes até problemas de saúde mais graves. Por isso, aprenda a técnica para respirar corretamente:

  • Expire (solte o ar) quando for realizar a parte em que deposita mais força no exercício, ou seja, quando levanta o peso.
  • Inspire (puxe o ar) quando estiver descendo o peso e se preparando para a próxima repetição.

#5 – Movimentos errados prejudicam o desempenho no treino

Os movimentos errados também prejudicam o desempenho no treino. Além disso, eles causam lesões nos músculos e nas articulações. É importante que um treinador esteja sempre acompanhando seus treinos, porque as vezes passa despercebido um movimento errado. E pode ser justamente este movimento que prejudicará seu desempenho. “Fazer o movimento errado repetidamente pode levar a problemas na coluna, como hérnias e alterações das curvaturas normais das costas”, afirma o educador físico Ivaldo Larentis, especialista em musculação. Algumas dicas gerais para realizar o movimento certo nos treinos são:

  • Mantenha sempre as articulações flexionadas para evitar lesões
  • Mantenha sempre a coluna reta, também para evitar lesões
  • Ajuste os aparelhos de acordo com a sua estrutura
  • Preste atenção no movimento
  • Aumente a carga aos poucos

#6 – Descanso entre as séries

É necessário respeitar o tempo de descanso entre uma série e outra. Se você descansar pouco tempo, pode sobrecarregar ou músculos. Se descansar muito tempo, pode perder o efeito do exercício. Por isso, esse é um dos principais motivos que prejudicam o desempenho no treino. O Colégio de Medicina Desportiva Americana (ACSM) preconiza que para um treinamento de nível inicial até o intermediário, 2 a 3 minutos de recuperação são suficientes para levantamentos básicos. Já que as cargas utilizadas durante esse estágio do treinamento de força geralmente geram uma menor sobrecarga ao sistema neuromuscular.

#7 – Falta de assiduidade no treino

Levam-se meses e até anos para se adquirir determinado desempenho e satisfação com a forma física. E, para as perder bastam de 2 a 4 semanas. Quando o (a) treinador monta um treino, você precisa seguir assiduamente este treino. Caso contrário, seu desempenho no treino pode estagnar ou até mesmo levar você a um patamar anterior.

Segundo o Studio Alexandry Mangueira, “Reversibilidade é um dos princípios do treinamento físico. A grosso modo, este diz que da mesma maneira que as adaptações surgem através do treino estas desaparecem com o destreino. Naturalmente da mesma maneira que não ganhamos condicionamento em um dia também não o perdemos. Ou seja, precisamos ter consciência do que efetivamente acontece durante o destreino para saber quais providências tomar.” Por isso, mantenha sempre a assiduidade e garanta um treino de alta performance.

👉 👉 Clique aqui para baixar uma planilha de treinos exclusiva, preparada com muito cuidado pelos Coachs da CrossFit Ibirapuera, que vai te ajudar a melhorar seu desempenho no treino à partir de hoje mesmo!

Deixe um comentário