controle de qualidade de remédios manipulados

Controle de qualidade de remédios manipulados: como identificar

Controle de qualidade de remédios manipulados: como identificar

Quem toma remédio manipulado busca sempre a mais alta qualidade, seja para garantir o efeito do remédio e também para garantir a segurança do tratamento. Por isso, o controle de qualidade de remédios manipulados é algo essencial para as farmácias em todo o Brasil e deve ser levado muito a sério pelo consumidor. O número de farmácias de manipulação no Brasil tem aumentado, e com o aumento das opções, é importante conhecer e qualificar suas farmácias para garantir que são do mesmo nível. Depois disso você pode escolher a melhor farmácia de manipulação e cotar seus remédios manipulados.

O Doutor Thompson Silva considera que o motivo para o aumento de farmácias de manipulação tem relação com a vantagem dos remédios manipulados, que permitem a adequação de doses, associação de fármacos e escolha da forma farmacêutica mais adequada ao paciente. Então, conheça mais sobre o controle de qualidade de remédios manipulados e saiba como contar com as melhores farmácias de manipulação para cuidar dos seus remédios.

#1 – Qualificação dos fornecedores

controle de qualidade de remédios manipulados

O controle de qualidade de remédios manipulados começam com a escolha da farmácia de manipulação ideal.  É importante ter acesso às informações da empresa contratada, tais como:

  • Idoneidade do fornecedor
  • Condições das instalações de armazenamento das matérias-primas (embalagem, umidade, luminosidade, identificação, ordenação e temperatura)
  • Limpeza dos espaços e dos equipamentos da linha de produção
  • Métodos de fracionamento (vestimenta e higiene dos funcionários, instrumentos e embalagens utilizadas)
  • Estoque e armazenamento de matérias-primas e embalagens

#2 – Laboratórios

controle de qualidade de remédios manipulados

Os laboratórios de controle de qualidade devem atender às exigências da Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) número 67/2007 da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). São determinadas para as farmácias as seguintes regras para as instalações físicas dos laboratórios:

  • Área mínima de 10 m²
  • Paredes de azulejo ou revestimento liso e pintura a óleo
  • Iluminação artificial ou natural adequadas, devendo haver espaço para área escura (leitura cromatográfica)
  • Localização próxima ao almoxarifado e laboratórios de produção, estando isolados e independentes um dos outros
  • Temperatura ambiente de 20 graus Celsius, para o funcionamento de equipamentos analíticos
  • Bancadas de alvenaria ou madeira formicada com uma camada protetora para evitar quebra das vidrarias.
  • Com a instalação adequada dos laboratórios e dos equipamentos é possível fazer um controle de qualidade da matéria-prima usada para manipular medicamentos.

#3 – Controle de qualidade de remédios manipulados com mais praticidade

controle de qualidade de remédios manipulados

Com os itens acima, você pode ter segurança sobre o controle de qualidade dos remédios manipulados. Mas concordamos que é difícil analisar item por item de cada farmácia de manipulação, não é mesmo? Por isso, a gente pode te ajudar! A Manipulaê conta com diversas farmácias de manipulação cadastradas e todas contam com um rigoroso critério de seleção. Ou seja, a gente faz todo esse trabalho para você. E, em poucos cliques, você recebe vários orçamentos das melhores farmácias de manipulação. Assim, você garante não só um ótimo controle de qualidade dos remédios manipulados, mas também o melhor preço. Clique aqui para fazer sua cotação.

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.

%d blogueiros gostam disto: